Primeiro ato de um meditador


Qual é o primeiro ato de um meditador?

A responsabilidade.


A responsabilidade de ser quem você verdadeiramente é!


Meditar é se tornar cada vez mais autêntico. A autenticidade exige responsabilidade sobre seus atos e seus comportamentos, em primeiro lugar, consigo e depois com os outros.


A responsabilidade exige uma postura de vida condizente com o que você acredita, vive e pratica.


Não adianta meditar e levantar da sua prática sem levar para a sua rotina aquilo que foi desenvolvido durante o seu processo de interiorização.


Meditar exige uma postura de “sair de cima do muro” e realmente viver uma vida que te faz bem, e para isso, você precisa desenvolver responsabilidade. Responsabilidade de viver com presença e consciência num mundo onde o caos é tão grande e enlouquecedor.


Se torne responsável.


Aila Maronna

2 visualizações0 comentário