Como se desindentificar dos eventos ao meditar?



Esta talvez seja a maior dificuldade no início da prática da meditação. Isso acontece porque acreditamos que somos esses eventos: nossos pensamentos, sentimentos e nossas percepções corporais. Estamos tão ‘colados’ a eles que criamos essa dificuldade inicial.


Meditar é observar com profundidade, mas sem se identificar. É olhar, reconhecer, aceitar e continuar nessa posição de terceira pessoa.


Com o aprofundamento da meditação começamos a perceber que aquele que observa está separado dos eventos observados, e isso acontece naturalmente. Surge então a consciência desidentificada.


Por exemplo, você pode olhar para a sua irritação ou outro sentimento sem se identificar com ela. Você é a testemunha e observa, percebendo que ela existe, mas que não necessariamente precisa ser ela.

Isso é meditar!


Aila Maronna.

5 visualizações0 comentário